O lago Titicaca, na divisa do Peru com Bolívia é considerado o lago mais alto do mundo. Nele há umas ilhas flutuantes construídas pelos moradores com totora, uma espécie de junco. A partir da cidade peruana de Puno é possível visita-las. Foi meu primeiro contato real com comunidades praticamente autossustentáveis: pescam e caçam pássaros, produzem sua própria roupa e artesanato. Foi interessante. O povo é moreno devido ao reflexo do sol na água e têm bochechas vermelhas (por causa da altitude, têm mais glóbulos vermelhos no sangue causando as bochechas vermelhas). As crianças então são ma-ra-vi-lho-sas.

Esta totora dura no máximo 15 anos. Então os moradores devem construir uma nova ilha para morar.

A totora é numa consistência mais pra macia. Arranjei um jeito de andar com pulinhos e a sensação era maravilhosa: como se estivesse andando nas nuvens! Bom demais!

Ilhas flutuantes no lago Titicaca- photo by Chris Garner
Ilhas flutuantes no lago Titicaca- photo by Chris Garner
Crianças nas ilhas flutuantes do algo titicaca- photo by Chris Garner
Crianças nas ilhas flutuantes do lago titicaca- photo by Chris Garner