Meu 39o país surgiu de forma inesperada. Tinha uma viagem a trabalho e o voo tinha uma escala de 10 horas na Cidade do Panamá.

Antes de ir troquei ideia com um panamenho pela internet e decidi o que ia fazer.

Achei o povo acolhedor, todos com quem conversava eram simpáticos, puxavam assunto.

O Panamá teve uma história de lutas contra a Colômbia (era parte deste país antes). No início do século passado os EUA ajudaram na independência do país, em troca de construir o canal que liga o Oceano Pacífico ao Atlântico. O Panamá virou então uma espécie de protetorado dos EUA.

Por isso tive várias vezes a sensação de que estava na Florida.

Hoje é um paraíso das compras (produtos muito baratos) e dos cassinos.

 Os carros não têm placa na frente, só atrás.

 Enfim, consegui ver os pontos principais. Para dizer a verdade, eu não esperava muito do país e acabei me surpreendendo. O casco antigo é muito lindo e o canal (algumas pessoas me haviam dito: é só um canal) bastante interessante.

Em primeiro lugar visitei a ruína de uma das mais antigas colônias espanholas na América.

As ruínas com a torre ao fundo

Depois fui pro casco antigo, com os casarões antigos, praças charmosas, o Palácio do governo, o porto… Ao passear ali, vi um grupo de adolescentes de uma escola. As meninas vestidas com sainha de prega. Uma começou: tira foto minha? Quando sei por mim estava tirando fotos de um monte de escolares e descobri que eles posam como os adolescentes brasileiros: colocando os dedos indicador e médio da mão na frente da cara…

casarões com sacadas no casco antigoMeninas posando para a foto com a universal maozinha de dois dedos. Afinal, o que é isso?

E terminei indo pro Canal. Vale a pena comprar o ingresso que dá direito a tudo: ver o canal, assistir ao vídeo e entrar na exposição. Assim tive uma ideia completa do esforço que foi construir o canal, dos problemas e das soluções encontradas e da maravilha tecnológica que é. Até 1999 foi administrado pelos EUA e agora é pelo próprio país. São 81 kms de extensão, um desnível de 26 metros. Os navios demoram quase 20 horas para atravessá-lo e pagam mais de 20 mil dólares para fazê-lo.

navio enorme cruzando a eclusa da Cidade do Panamá
Uma comporta se abre para o navio passar puxado por estes carrinhos cinzas que se vê na lateral do navio